Tenha uma boa madrugada! Hoje é Segunda, dia 15 de Agosto de 2022. Agora são 02:51:55 hs
SINTECT-GO

SINTECT-GO

URL do site: http://www.sintectgo.org.br/novo/

CAOS NO CEE GOIÂNIA

Os dias tem sido difíceis para os trabalhadores (as) do CEE Goiânia, já a tempos que o SINTECT-GO vem denunciando a situação precária e de sobrecarga de trabalho que os trabalhadores (as) desta unidade vem sendo expostos, assim como, as posturas assediadoras e autoritárias que tem sido tratados.
São problemas recorrentes que não se resolvem: ameaças de tirar função, passar processos administrativos, transferências compulsórias, como já ocorreu e que a SE/GO finge que não vê, finge estar tudo bem. O problema é que não está tudo bem. O CEE Goiânia virou uma “panela de pressão” pronta para explodir a qualquer momento. Os trabalhadores (as) não suportam mais trabalhar debaixo de tanta pressão, humilhação e autoritarismo e estão adoecendo física e psicologicamente.
A ordem no CEE é para que os trabalhadores (as) lancem uma quantidade exorbitante de objetos, muito acima do que é dimensionado, aliás, fala-se na Unidade de que não existe mais quantidade dimensionada a ser lançada, tendo casos, inclusive, de carteiro lançar mais de 400 objetos, o que é humanamente impossível de ser entregue. Na teoria, segundo a gestão fala, não haverá punição em casos de restos, porém na prática há muita ameaça de passar processo administrativo e pressão psicológica. Fatos já denunciados e cobrado respostas e esclarecimentos via ofício por este Sindicato, porém sem resposta.
Desde que o novo SE assumiu com rompantes de “boa praça”, passeando pelas unidades, dando a entender que traria uma nova lógica para as relações de trabalho dentro da SE/GO baseadas na humanização dessas relações e no respeito ao próximo, não é o que ocorre, pois as velhas práticas de truculência e arrogância só aumentaram. A nova Superintendência Estadual não recebe o Sindicato para discutir questões mínimas de condições de trabalho e reproduz fielmente a ordem bolsonarista ameaçando, inclusive, de retirar funções de quem tiver contatos com o Sindicato.
O SINTECT-GO repudia a postura dessa gestão bolsonarista e conclama todos os trabalhadores (as) do CEE Goiânia e de todas as unidades em Goiás a transformarem toda essa indignação e desrespeito que tem sofrido em sua condição humana em luta para se organizarem e darem a resposta numa grande greve nacional, por tempo indeterminado, a partir das 22 horas de 31 de agosto. Contra tudo isso colocado e por melhores condições de trabalho e vida! Por mais respeito e um ambiente de trabalho saudável, greve neles! Vamos juntos virar esse jogo! Juntos somos mais fortes!

# 25 de agosto assembleia de indicativo de greve!
# Abaixo ao autoritarismo!
# Não ao assédio moral!
# Abaixo o nepotismo!
# Fora Floriano Peixoto e toda a gestão bolsonarista!

Diretoria Colegiada
SINTECT-GO

ASSEMBLEIA NA PRÓXIMA TERÇA- FEIRA 09 DE AGOSTO

O SINTECT-GO convoca todos os trabalhadores (as) dos Correios em Goiás para a Assembleia Geral Extraordinária, que será realizada no próximo dia 09 de agosto, de forma virtual, com primeira chamada às 19 horas e segunda chamada às 19h30.
Já foram realizadas oito reuniões com a representação dos Correios e, em nenhuma delas, houve interesse em negociar e debater as cláusulas apresentadas na Pauta Nacional de Reivindicações da FENTECT aprovada no 27 CONSIN. A empresa apenas agiu de forma intransigente e desrespeitosa com os trabalhadores (as) e, ainda por cima, espalhando fake news como se os trabalhadores (as) não estivessem interessados em negociar. Por isso, a importância de continuarmos unidos e mobilizados para mais esses ataques da direção da ECT.
Nesta terça-feira (02/08) também houve mais uma tentativa de negociação da PLR-2022 com a reunião da Comissão Paritária, sendo que a ECT insiste em não prestar informações solicitadas pela representação dos trabalhadores (as). De acordo com a FENTECT, a empresa não oferece estrutura e nem suporte para que as metas dos indicadores colocadas sejam cumpridas, tanto no âmbito individual, quanto no corporativo.
É importante a participação ativa de todos os trabalhadores (as) contra todo esse descaso feito pela empresa na negociação com a categoria. Contamos com a sua presença! O link de participação no Zoom será enviado nos meios de comunicação do SINTECT-GO.

Pauta da Assembleia:

1-Informes;
2-Avaliação da proposta de PLR;
3-Avaliação da campanha salarial 2022/2023.

 

#Preparar a greve nacional por tempo indeterminado já!
#Se não negociar os Correios vão parar!
#Pela reconquista dos nossos direitos,
todos à luta!
#Juntos somos mais fortes!

Diretoria Colegiada
SINTECT-GO

VIII CORTECT ocorre com muitos debates e encaminhamentos importantes para a categoria

Foi realizado no último fim de semana, 23 e 24 de julho, o VIII Congresso Regional dos Trabalhadores dos Correios em Goiás (CORTECT). Foram momentos importantes com encaminhamentos e debates com parceiros e apoiadores da categoria, onde foram discutidos assuntos relacionados à realidade dos trabalhadores (as) atualmente e também sobre os rumos que a sociedade brasileira terá daqui para frente.
A Diretoria Colegiada juntamente com delegados sindicais e inscritos e os filiados ao SINTECT-GO discutiram pautas importantes neste momento para a categoria como a conjuntura política geral, do Brasil, dos Correios e do movimento sindical, a reestruturação, terceirização e a privatização dos Correios e também houve o momento para as mudanças no Estatuto do Sindicato, que ocorre sempre na realização do Congresso, a cada três anos.
O evento estimulou ainda mais a luta e a unidade que precisaremos ter pela frente para a reconquista dos nossos direitos e a conquista de mais respeito para a nossa categoria. Vamos juntos!

Diretoria Colegiada
SINTECT-GO

Trabalhadores (as) dos Correios em Goiás rejeitam proposta da ECT em Assembleia Extraordinária

Os Trabalhadores (as) dos Correios em Goiás rejeitaram, por unanimidade, a proposta da ECT e aprovaram o estado de greve permanente, em Assembleia Geral Extraordinária realizada ontem, 21/07. Os trabalhadores (as) não engoliram essa história da ECT alardear, dias atrás, um lucro de mais de R$3 bilhões e, na hora do reajuste salarial dos trabalhadores (as), sequer apresentar o índice cheio da inflação do período. E ainda propõe a extinção da cláusula 27, que extingue a Comissão paritária de acidentes de trânsito trazendo, também, mais um ataque ao plano de saúde da categoria. Chega de ataques!
A empresa propôs apenas 90% de reposição da inflação, o que não contempla o conjunto de reivindicações da categoria e também não recompõe a inflação do período. Os trabalhadores (as) exigem respeito por parte da empresa em mesa de negociação. Que a empresa e o governo respeitem a pauta dos trabalhadores (as)!
Continuemos na luta pelos nossos direitos e pela valorização de todos os trabalhadores (as) dos Correios!

# Juntos somos mais fortes!
# Por nenhum direito a menos!
# Contra toda retirada de direitos!
# Por mais respeito e valorização dos trabalhadores!
# Pela reconquista dos nossos direitos!

Diretoria Colegiada
SINTECT-GO

Assembleia Campanha Salarial: Vamos juntos lutar contra todos os ataques em mais uma tentativa de retirada de direitos!

O SINTECT-GO convoca todos os trabalhadores (as) dos Correios em Goiás a participarem da Assembleia Geral Extraordinária para avaliação da Campanha Salarial 2022/2023 e da proposta apresentada pela ECT na reunião de negociação coletiva da última terça-feira. A Assembleia ocorrerá de forma presencial em frente à Central dos Correios, na Praça Cívica, em Goiânia, no próximo dia 21 de Julho, com primeira chamada às 19 h e segunda chamada às 19h30.
Após mais uma rodada de negociações, a ECT continua lançando o seu pacote de maldades, não se importando com as reivindicações dos trabalhadores (as) e, ainda por cima, propondo outras alterações em cláusulas já estabelecidas na sentença normativa, além de eliminar direitos.

Segue as propostas da empresa que foram apresentadas na reunião:
• Reajuste no Salário, de 20% do IPCA (aproximadamente 2,4%);
• Não reajuste nos benefícios (VA/VR);
• Exclusão da Cláusula 27 (Responsabilidade Civil em Acidente de Trânsito) (Comissão Paritária);
• Retirada da Entrega Matutina;
• Retirada da Homologação de Atestados Médicos;
• Controle Político partidário (proibição de manifestação política);
• Não emissão de CAT para Dirigentes Sindicais Liberados;
• Devolução dos custeios das despesas com CNH para os participantes do RI que desistirem da função no prazo de um ano.
• Implantação imediata do dimensionamento de carga, ou seja, mesmo feito de forma irregular, a empresa quer empurrar de qualquer maneira, reduzindo o número de carteiros em cada unidade;
• Restrição do registro das denúncias de casos de racismo, assédio moral e sexual (somente a vítima deve fazê-lo e por escrito na área de Relacionamento Organizacional);
É hora de darmos a resposta a todos esses ataques da empresa! Por isso a importância da participação de todos (as) os trabalhadores (as) na Assembleia. Vamos juntos dar um basta a toda retirada de direitos!


É PRECISO LOTAR A ASSEMBLEIA DIA 21 E DIZER UM GRANDE NÃO A ESSA PROPOSTA DE MAIS RETROCESSO À CATEGORIA!

#Todos (as) na Assembleia!
#Juntos somos mais fortes!

Diretoria Colegiada
SINTECT-GO

RECOMENDAÇÃO PARA QUEM NÃO ADERIR AO BANCO DE HORAS

       A liminar contra a implantação do sistema de ponto eletrônico pela ECT, acabou sendo indeferida pela 9ª vara do Trabalho de Brasília. Além dessa ação, a FENTECT também impetrou mandado de segurança contra o indeferimento, sendo deferido apenas em parte pelo desembargador Grijalbo Coutinho.
       Na liminar foi observado que não é possível suspender todo o sistema de controle de jornada sem a demonstração específica das inconsistências ou dos eventuais prejuízos aos direitos trabalhistas dos empregados. Dessa forma, acaba não impedindo a empresa de continuar com o “banco de horas”.
       Os trabalhadores (as) que não quiserem aderir ao sistema de compensação de jornada (banco de horas) instituído pela ECT, é recomendado que seja encaminhado à empresa o formulário abaixo, preenchido e assinado pelo empregado, de modo que a empresa não possa alegar que o acordo foi aceito pelo trabalhador de forma tácita.

 

TERMO DE NÃO ACEITE AO REGIME DE COMPENSAÇÃO

Eu, nome: ___________________________________, matrícula: _______________________, lotado(a) no setor de trabalho: ___________________________________________________, manifesto expressamente que não aceito o regime de compensação, em que a Empresa fala sobre “a possibilidade da compensação das horas deficitárias ou excedentes dentro do mesmo mês do fato ocorrido”.
Cidade: ____________________________, data: __/__/2022.

Assinatura do empregado:

_________________________________________________________________________________

 

Clique aqui e veja a ação da FENTECT 

Campanha Salarial 2022/2023 - Assembleia de pauta de reivindicações no dia 23 de junho

O SINTECT-GO convoca os trabalhadores (as) para participarem, no próximo dia 23 de junho, da Assembleia para referendar a pauta de reivindicações da Campanha Salarial 2022/2023, onde vai ser deliberado sobre o representante da Mesa Nacional de Negociação e autorizar o Comando Nacional da FENTECT a representar Goiás na mesa de negociação.
A Assembleia será transmitida de forma virtual, pela plataforma Zoom, com primeira chamada às 19 h e segunda chamada às 19h30.

Pontos:

1- Discutir e aprovar a pauta de reivindicações da categoria para a Campanha Salarial da data-base de 2022/2023;

2- Decidir sobre conceder autorização ao Comando Nacional de Negociação da FENTECT , eleito no Conselho de Representantes da FENTECT , realizado em Brasília durantes os dias 08 e 09 de junho de 2022, para representar a categoria em negociação coletiva, com poderes de firmar acordo coletivo e/ou para defender-se em e ajuizar dissídio coletivo contra a EmpresaBrasileira de Correios e Telégrafos;

3-Discussão e aprovação das cláusulas constantes da pauta de reivindicações para a Campanha Salarial 2022/2023.

ATENÇÃO TRABALHADORES (AS)! MAIS UM GOLPE NA PRAÇA!

O SINTECT-GO alerta os trabalhadores (as) para mais um golpe na praça! Estão utilizando uma foto do dirigente sindical Eziraldo Vieira para entrar em contato com os trabalhadores (as), por meio do Whatsapp, cobrando depósito de valores em conta bancária como condição para liberação de pagamento de precatório, além de realizarem uma montagem de um documento com timbre do Tribunal de Justiça e com o nome da advogada do Sindicato, dra. Gizeli Costa Nunes. O trabalhador (a) precisa ficar ciente de que hoje em dia é muito fácil conseguir a foto de alguém e criar um perfil falso nas redes sociais e também fazer a montagem de um documento público. Não é porque consta a foto ou timbre da instituição que isso é confiável, é preciso verificar! Inúmeros golpes vem sendo criados diariamente e todo cuidado é pouco!
Quando o SINTECT-GO entra em contato para informar que o trabalhador vai receber dinheiro de alguma demanda NUNCA é vinculado à condição de pagamento antecipado para isso. Caso receba algum contato seja por e-mail, Whatsapp, ligação telefônica, mensagem ou qualquer outro meio de contato solicitando pagamento antecipado, depósito bancário, pix, pagamento de boleto ou qualquer outra modalidade de transferência de crédito, alegando ser o Sindicato ou advogados, é importante verificar diretamente com algum dirigente sindical.
O trabalhador pode ainda entrar em contato com o dirigente sindical ou delegado da sua base e ainda ligar ou enviar mensagem para a sede do Sindicato(6299255-1633) enviar e-mail (O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ) ou ligar para o telefone do dirigente sindical que você já conhece.
Não acredite em qualquer informação, certifique-se antes! Entre em contato com o Sindicato diante de qualquer pedido de pagamento por redes sociais!

Diretoria Colegiada
SINTECT-GO

1º de maio: Dia Internacional do Trabalho - É DIA DE SOLTAR A VOZ CONTRA TODOS OS ATAQUES SOFRIDOS PELA CLASSE TRABALHADORA

     O SINTECT-GO conclama a todos os trabalhadores e trabalhadoras dos Correios em Goiás para participarem do ato do dia internacional do trabalho no próximo domingo, 01/05, a partir das 9h. Será um ato em conjunto da CUT-GO e centrais sindicais para levar a classe trabalhadora às ruas em defesa do emprego, dos direitos, da democracia e da vida.
     O evento, que ocorre na praça do trabalhador, terá algumas atrações e atividades como shows, passeio ciclístico, oficinas, feiras, contação de histórias, cortes de cabelo, entre outras.
     Trabalhador (a) não deixe de participar dessa luta que é de todos nós! Vamos juntos gritar contra todos os ataques que a classe trabalhadora vem sofrendo e contra todos os direitos que estão sendo retirados!


# Em defesa dos nossos empregos!
# Juntos somos mais fortes!
# Por nenhum direito a menos!


Diretoria Colegiada
SINTECT-GO

 

Contra a cultura de assédio e autoritarismo: é Greve!

 

 

 

Há alguns dias, os Correios noticiaram um lucro extraordinário de 3,7 bilhões, às custas da retirada de direitos e de muita exploração de seus/suas trabalhadores (as). Mais que depressa a atual gestão da ECT correu e reajustou generosamente as suas funções em reunião de cúpula da empresa. Uma forma de bonificar os seus gestores por terem batido tanto o chicote, feito tanta pressão, assediado tanto os (as) trabalhadores (as) nas unidades, após a perda do acordo coletivo de trabalho na campanha salarial de 2020 e também de incentivar ainda mais esse autoritarismo que se tornou tão corriqueiro com a ascensão deste governo que aí está.

Na SE/GO, o clima segue tenso nas unidades de trabalho. Trabalhadores (as) sendo transferidos (as) compulsoriamente, tendo um desgaste enorme, pois em muitos casos estes/estas trabalhadores (as) têm que atravessar a cidade para ir trabalhar; funções motorizadas sendo retidas por causa de atestado médico; ameaças de obrigar o (a) trabalhador (a) a ficar no serviço interno, sob pena de perder o adicional de risco. O AADC (Adicional de Atividade de Distribuição e/ou Coleta Externa) se tornou ferramenta na mão de alguns gestores para pressionar os (as) trabalhadores (as).

São várias as denúncias de assédio moral, de autoritarismo e perseguição, feitos na ouvidoria, através do Fale Conosco, mas em que não há resposta alguma. A gestão tem feito vista grossa para as várias denúncias. Em muitos casos, transferem o (a) assediado (a) de unidade, deixando o gestor a bel prazer, empoderado cada vez mais o último. Uma humilhação sem precedentes que tem causado adoecimento e pedidos de demissão de muitos (as) trabalhadores (as).

Uma gestão baseada na fofoca, cujo o “capitão do mato” vai e faz; e depois fala que os seus superiores mandaram e “deixa ver no que dá”; e seguem tranquilamente sem se indisporem, pois são bem unidos. Atropelam as leis, as regras, manuais sem nenhum pudor, com o puro intuito de causar danos financeiros e psicológicos nos/nas trabalhadores (as) a fim de puni-los (las). Fazem isso, pois tem a certeza de que não serão responsabilizados e que a conta vai ficar para a empresa.

O sindicato possui um TAC (Termo de Ajuste de Conduta) junto ao Ministério Público contra o assédio moral, o qual já está sendo acionando. É importante também que os (as) trabalhadores (as) não se esqueçam da arma histórica da classe trabalhadora: a GREVE. E nesse sentido a categoria estará organizando greves por unidades de trabalho por todo o estado. Tratativas foram feitas, ofícios, denúncias, boletins, porém o problema persiste. Já se fala em mudança do SE/GO e é bem provável que o novo superintendente receba a regional com várias unidades de braços cruzados em GREVE, saldo deixado pela atual e mal assessorada SE/GO.

 

#AbaixoOAutoritarismoEAssédioMoral

#NãoAVendaDosCorreios

 

 

 

Assinar este feed RSS