Tenha uma boa tarde! Hoje é Quarta, dia 22 de Setembro de 2021. Agora são 14:47:13 hs
SINTECT-GO

SINTECT-GO

URL do site: http://www.sintectgo.org.br/novo/

CADÊ A HUMANIDADE SE/GO? Trabalhadores (as) são obrigados a realizar entregas o dia todo, mesmo com calor excessivo e sobrecarga de trabalho

Não bastasse a imposição de trabalhar de domingo a domingo sem folga, feita pelos gestores da SE/GO, em algumas unidades estão obrigando, ainda, os trabalhadores (as) ciclistas e pedestres a saírem de manhã e à tarde para entrega domiciliar, caso que tem ocorrido muito no CDD GOIÂNIA.
Não se tem levado em consideração a baixa umidade do ar em nossa região nesse período, o calor excessivo e a sobrecarga de trabalho que os trabalhadores (as) estão enfrentando. A desumanidade desses gestores está levando os trabalhadores ao limiar das suas forças e a um desgaste físico e emocional sem precedentes, o que resultará em mais trabalhadores doentes e afastados para tratamento médico. Muitos desses gestores sabem da dura realidade que é o período de seca em Goiás, muitos desses, dias atrás, eram carteiros e agora, com o chicote na mão, sem dó nem piedade, oprimem os seus subordinados para fazer “média” com a GERAE e GEOPE e garantir suas funções.
Ao serem questionados onde estão nos manuais da empresa a normatização para que os carteiros ciclistas e pedestres saiam para a rua, desconversam e não respondem. O SINTECT-GO já oficiou a SE/GO a respeito e aguarda resposta.
Não à desumanidade! Pela vida e saúde do trabalhador! Abaixo ao autoritarismo e assédio moral!

Diretoria Colegiada
SINTECT-GO

O CHICOTE ESTALA NA SE/GO: Processos administrativos, punições, assédios morais, perseguições

Após os trabalhadores (as) na SE/GO optarem por descansar com suas famílias, depois de cumprir a jornada de 44 horas com a ECT, receberam processo administrativo debaixo de ameaças de que mais destes viriam. São mais de 40 processos administrativos, os quais o SINTECT-GO fez defesa para os filiados, tendo já, alguns, resposta com punição de suspensão de um (1) dia em sua maioria.
No CEE Esmeralda, onde teve mais processos, a chefia deu a punição para todos no sábado não “desfalcarem” o processo produtivo da unidade. Um verdadeiro assédio moral coletivo o que está ocorrendo.
Existe uma denúncia de fato do SINTECT-GO, no Ministério Público do Trabalho de Goiás, mas estamos na fase apuratória, ainda sem decisão, assim o Sindicato orienta a todos os trabalhadores (as) que estão nessa situação de processo administrativo e cumprimento de punição, que procurem o SINTECT-GO para passar o processo, para que estes sejam juntados à ação comprovando-se o assédio moral coletivo que está ocorrendo no âmbito desta superintendência, onde as chefias atropelam a lei e os direitos humanos de descansar, de recuperar as energias e de ter qualidade de vida.
O que a capitania do mato em Goiás quer é que o trabalhador (a) trabalhe de domingo a domingo sem folga, pois nem dão a este a prerrogativa de usufruir das duas folgas (uma necessariamente na semana do repouso não gozado). E não se diga que é por falta de orientação dos gestores não, porque a empresa fez circular um FAG (VEJA AQUI) onde explica a questão no item 09 e 10:

9. Qual o percentual aplicável para pagamento do Repouso Trabalhado (domingos e feriados)? Repouso Trabalhado (domingos e feriados): Percentual de aplicação
Resposta: O pagamento do Repouso Trabalhado será acrescido do adicional de 100% sobre a
remuneração. (Súmula 146 do TST)

10.Como será pago o trabalho em dia de repouso? Repouso Trabalhado (domingos e feriados): Pagamento
Resposta: O empregado que trabalhar em dia de repouso poderá receber o adicional de 100% sobre o repouso remunerado ou lhe serão concedidos 2 (dois) dias de folga. Quando a opção for pela concessão de folgas, obrigatoriamente, uma das folgas deverá ser concedida na mesma semana do repouso não fruído.

Ou seja, é uma questão de abuso mesmo! Chega de autoritarismo!

Diretoria Colegiada
SINTECT-GO

DIGA NÃO À VENDA DOS CORREIOS!

Companheiros e companheiras - Vamos embarcar NESSA LUTA de TODOS

 

Segue abaixo os links dos senadores que são a favor da privatização. Esta é a hora de cada um de nós enviarmos mensagens pedindo o seu voto contra o PL 591/2021, por um Correios 100% público e de qualidade! Acesse os links abaixo, clique em cada link para pressionar todos os senadores, ao clicar você pode enviar a mensagem nas quatro modalidades: whatsapp, email, facebook e/ou twitter e aparecerá a mensagem que você poderá alterar ou acrescentar, você agrega colocando seu nome, sua matrícula, quanto tempo de empresa e sua solicitação como o exemplo abaixo.

Após as alterações, antes do envio, selecione toda a mensagem e copie para que você faça no próximo procedimento a colagem da mesma mensagem a ser enviada nas outras modalidades.Fazer assim em todas.

Modelo de preenchimento – Siga o exemplo abaixo:

Senhor Senador Vanderlan Cardoso, meu nome é Eziraldo Santos Vieira, matrícula: 8.328.865-1 funcionário dos Correios a mais de 30 anos venho neste, pedir o seu voto, por favor VOTE NÃO À PRIVATIZAÇÃO. Os Correios estão presentes em todas as regiões do Brasil. Se os Correios forem vendidos toda população será prejudicada! Será um verdadeiro apagão postal! Os Correios são lucrativos e registraram somente em 2020 cerca de R$ 1,5 bilhão de lucro! Correios é um patrimônio do Brasil! Diga não à privatização! VOTE NÃO AO PL 591/2021! 

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/jose-serra

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/jose-renan-vasconcelos-calheiros

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/luiz-carlos-do-carmo

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/jose-targino-maranhao

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/francisco-plinio-valerio-tomaz

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/alexandre-luiz-giordano

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/vanderlan-vieira-cardoso

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/ciro-nogueira-lima-filho

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/simone-nassar-tebet

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/marcos-ribeiro-do-val

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/jose-antonio-machado-reguffe-60ca661687cc5

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/antonio-mecias-pereira-de-jesus

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/confucio-aires-moura

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/alvaro-fernandes-dias

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/rodrigo-otavio-soares-pacheco

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/jader-fontenelle-barbalho

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/izalci-lucas-ferreira

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/carlos-francisco-portinho

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/jose-da-cruz-marinho

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/jorginho-dos-santos-mello

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/carlos-alberto-dias-viana

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/luis-eduardo-grangeiro-girao

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/nelson-trad-filho

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/oriovisto-guimaraes

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/jarbas-de-andrade-vasconcelos

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/dario-elias-berger

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/luiz-cantuaria-barreto

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/marcelo-costa-e-castro

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/mailza-assis-da-silva

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/jayme-verissimo-de-campos

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/carlos-eduardo-torres-gomes

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/daniella-velloso-borges-ribeiro

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/luis-carlos-heinze

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/maria-do-carmo-do-nascimento-alves

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/rodrigo-santos-cunha

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/francisco-de-assis-rodrigues

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/marcos-rogerio-da-silva-brito

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/sergio-de-oliveira-cunha

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/carlos-eduardo-de-souza-braga

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/antonio-augusto-junho-anastasia

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/marcio-miguel-bittar

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/rosilda-de-freitas

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/soraya-vieira-thronicke

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/mara-cristina-gabrilli

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/flavio-nantes-bolsonaro

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/roberto-coelho-rocha

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/fernando-bezerra-de-souza-coelho

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/romario-de-souza-faria

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/elmano-ferrer-de-almeida

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/carlos-henrique-baqueta-favaro

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/lasier-costa-martins

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/david-samuel-alcolumbre-tobelem

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/angelo-mario-coronel-de-azevedo-martins

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/alessandro-vieira

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/otto-roberto-mendonca-de-alencar

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/eliziane-pereira-gama-melo

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/omar-jose-abdel-aziz

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/esperidiao-amin-helou-filho

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/eann-styvenson-valentim-mendes

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/iraja-silvestre-filho

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/wellington-antonio-fagundes

 

https://www.napressao.org.br/campanha/diga-nao-a-venda-dos-correios/tasso-ribeiro-jereissati

 

 

 

 

 

ATENÇÃO SOCIEDADE CIVIL

Vamos defender um Correios Público e de qualidade! Correios privatizado é o povo prejudicado! Envie esta mensagem aos senadores conforme orientação abaixo! Siga os passos e você vai ver que é bem fácil! Ajude-nos a defender esta empresa centenária e DIGA NÃO À PRIVATIZAÇÃO!

 Estamos em um momento de uma campanha forte contra a privatização dos Correios. Esta é a hora de cada um de nós enviarmos mensagens aos senadores pedindo o seu voto contra o PL 591/2021, por um Correios 100% público e de qualidade!

Basta acessar a Plataforma de mobilização via internet: www.napressao.org.br  e enviar o seu pedido. Ao acessar a plataforma procure a campanha “Diga não à venda dos Correios, patrimônio do Brasil”, clique na figura. Ao abrir a próxima janela, clique no Estado pertencente ao seu senador.

Ao clicar você encontrará os senadores, podendo enviar nas quatro modalidades: whatsapp, email, facebook e/ou twitter e aparecerá a mensagem que você poderá alterar ou acrescentar, você agrega colocando seu nome, sua matrícula, quanto tempo de empresa e sua solicitação como o exemplo abaixo.

Após as alterações, antes do envio, selecione toda a mensagem e copie para que você faça no próximo procedimento a colagem da mesma mensagem a ser enviada nas outras modalidades. Fazer assim em todas.

 

Modelo de preenchimento – Siga o exemplo abaixo: 

 

Senhor Senador Vanderlan Cardoso, faço parte da sociedade civil, meu nome é...........,  venho neste, pedir o seu voto, por favor VOTE NÃO À PRIVATIZAÇÃO. Os Correios estão presentes em todas as regiões do Brasil. Se os Correios forem vendidos toda população será prejudicada! Será um verdadeiro apagão postal! Os Correios são lucrativos e registraram somente em 2020 cerca de R$ 1,5 bilhão de lucro! Correios é um patrimônio do Brasil! Diga não à privatização! VOTE NÃO AO PL 591/2021!

Companheiros e companheiras - Vamos embarcar NESSA LUTA de TODOS

Estamos em um momento de uma campanha forte contra a privatização dos Correios. Esta é a hora de cada um de nós enviarmos mensagens aos senadores pedindo o seu voto contra o PL 591/2021, por um Correios 100% público e de qualidade!

Basta acessarmos a Plataforma de mobilização via internet: www.napressao.org.br e enviar o seu pedido. Ao acessar a plataforma procure a campanha “Diga não à venda dos Correios, patrimônio do Brasil”, clique na figura. Ao abrir a próxima janela, clique no Estado pertencente ao seu senador.
Ao clicar você encontrará os senadores, podendo enviar nas quatro modalidades: whatsapp, email, facebook e/ou twitter e aparecerá a mensagem que você poderá alterar ou acrescentar, você agrega colocando seu nome, sua matrícula, quanto tempo de empresa e sua solicitação como o exemplo abaixo.
Após as alterações, antes do envio, selecione toda a mensagem e copie para que você faça no próximo procedimento a colagem da mesma mensagem a ser enviada nas outras modalidades. Fazer assim em todas.

Modelo de preenchimento – Siga o exemplo abaixo:

Senhor Senador Vanderlan Cardoso, meu nome é Eziraldo Santos Vieira, matrícula: 8.328.865-1 funcionário dos Correios a mais de 30 anos venho neste, pedir o seu voto, por favor VOTE NÃO À PRIVATIZAÇÃO. Os Correios estão presentes em todas as regiões do Brasil. Se os Correios forem vendidos toda população será prejudicada! Será um verdadeiro apagão postal! Os Correios são lucrativos e registraram somente em 2020 cerca de R$ 1,5 bilhão de lucro! Correios é um patrimônio do Brasil! Diga não à privatização! VOTE NÃO AO PL 591/2021!

Trabalhador, sua saúde não está à venda! Cuide-se e busque os seus direitos!

 Pode parecer óbvio dizer que uma pessoa está saudável quando não está doente. A Organização Mundial da Saúde (OMS), em 1946, definiu saúde como um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas como a ausência de doença ou enfermidade.
 A percepção do conceito de qualidade de vida também tem muitos pontos em comum com a definição de saúde. Desse modo, percebe-se a necessidade de analisar o corpo, a mente e até mesmo o contexto social no qual o indivíduo está inserido para conceituar melhor o estado de saúde(https://saudebrasil.saude.gov.br/eu-quero-me-exercitar-mais/o-que-significa-ter-saude).
 Feita esta introdução, observamos que nos últimos anos, está ocorrendo um aumento exponencial de trabalhadores dos correios que apresentam algum tipo de DORT (dor relacionada ao trabalho). Isto nos preocupa bastante pois, entendemos que, o local de trabalho não deva ser o gerador de impossibilidades físicas e emocionais para o próprio trabalho!
 As queixas e reclamações são diversas e variam de dores na coluna (principalmente na porção lombar), articulação do punho, nos joelhos, tornozelos entre outras. Além disso, temos observado o aumento de dores musculares nos relatos dos trabalhadores e um mal que vem aumentado de forma terrível, os problemas emocionais e psicossomáticos.
 Desde 2011, a ECT não realiza concurso público e isso reflete diretamente na sobrecarga de trabalho. Na contramão deste dado, observamos um aumento gigantesco nas estatísticas do e-commerce. Esta é uma conta que não fecha! Em meio aos discursos de privatização da estatal, observamos a redução da mão de obra versus o aumento do fluxo de trabalho. Tal situação expõe o “elo mais fraco da corrente”, o trabalhador de base.
 A jornada de trabalho já é extenuante e, como se isso não fosse o bastante, as “convocações” tem se tornado uma prática constante, seja em feriados e até mesmo aos domingos!
Fazendo uma análise cinéticofuncional da situação, observamos que este “overuse” (uso em excesso) sem o devido repouso seja ele físico e/ou emocional está adoecendo a categoria profissional de Correios. E, antes que alguém pense em exagero, basta verificar a quantidade de absenteísmo por lesões e as pilhas de processos que lotam as prateleiras do INSS.
 O intuito deste artigo informativo é fazer que o trabalhador reflita e pense em sua saúde! Busque meios para uma prática de alongamentos antes do expediente e após a jornada de trabalho. Lamentavelmente, nem o serviço de ginástica laboral é oferecido nas unidades pela empresa. Portanto trabalhador, CUIDE-SE! Sua vida, saúde e seus familiares que te amam almejam que você esteja bem!
 Evite movimentos de flexo-extensão da coluna lombar de forma desnecessária, opte por dobrar os joelhos e trazer a carga até a altura do tórax (NR-11). Não levante pesos que não suporte! Peça ajuda! Uma lesão de hérnia de disco pode te custar muito caro! E geralmente as sequelas são devastadoras. Em caso de descumprimento das normas de saúde no trabalho, acione o SINTECT-GO pois, fiscalizar e verificar as denúncias é nosso papel. Além do desgaste físico e emocional (pressões por resultado e desgastes interpessoais), fomos considerados “essenciais” pelo governo federal que nos colocou em alta exposição com o vírus SARS-COV2.

 Muitos de nossos colegas já perderam suas vidas para o Novo Coronavírus! Portanto, fica nosso alerta! PREVINA-SE! Cobre da empresa condições para trabalhar em segurança, ENTRETANTO, utilize os recursos oferecidos! Não pague com sua vida para ver “SE”... era somente uma “gripezinha”! Leve em sua rota ou em seu posto de trabalho o álcool em gel e mantenha sempre o distanciamento do cliente e pessoal de forma geral. Tendo sintomas, procure IMEDIATAMENTE o serviço médico para realizar a testagem. Mais rápido o diagnóstico, menor o risco de infecção em massa como já observamos aqui em Goiás, lamentavelmente, inclusive, com a perda de um colega.

 Em meio a tantas mazelas que os trabalhadores vêm enfrentando nos últimos anos, temos também, além da sobrecarga de trabalho, o assédio moral que se tornou uma ferramenta na mão de muitos gestores para cobrar resultados e pressionar o trabalhador a abrir mão de seu direito de repouso, sob ameaça de punição! Um verdadeiro assédio moral coletivo institucionalizado!
 Observamos, mediante a estas situações, o aparecimento de casos de depressão, síndrome de Burn-out, aumento nos casos de alcoolismo e outros entorpecentes que levam à desagregação familiar e até ao suicídio, como já ocorrido. Esta pressão psicológica, associada aos demais problemas que são vivenciados dia após dia no local de trabalho, vão somando-se a ponto do trabalhador se encontrar “estranho” a este ambiente, culminando na desagregação social que, por sua vez, torna o trabalhador menos produtivo, não se sentindo parte da equipe, aumentando inclusive riscos de violência doméstica e, em casos extremos, até no local de trabalho.
 A luta por um ambiente de trabalho saudável é uma luta diária e possível! No âmbito da saúde, temos três possibilidades: Prevenção, Tratamento e Reabilitação! Nós entendemos que “prevenir” é o melhor remédio.
#SomosEssenciais e temos consciência disso e de nosso papel para a sociedade e para aqueles que realmente nos amam e querem nosso bem! Nossa Família! Lembre-se, para o sistema somos estatísticas! Matrículas! Que hoje servem, mas, que ao embaraço de saúde somos substituíveis. Pense nisso!
 SUA SAÚDE NÃO ESTÁ À VENDA! Esteja atento a TODAS as chamadas do SINDICATO! Nossa luta é defender o direito dos trabalhadores (as)! Seja em qualquer área!

#Faça sua parte! Auxilie no processo de humanização das relações no trabalho!
#Temos direito a saúde! Temos direito a vida! Temos direito a vacina!
#Não ao autoritarismo! Não à privatização dos Correios do Brasil!


Diretoria Colegiada
Alexandre Duarte Ferreira
Sec. De saúde do SINTECT-GO
CREFITO 203130-F 11ª região

SINTECT-GO consegue na Justiça que pagamentos de PIE sejam realizados aos trabalhadores (as) que permaneceram no PCCS/95

O Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região determinou que a ECT realize a implementação e os pagamentos da Progressão de Incentivo Escolar (PIE) para os trabalhadores (as) dos Correios em Goiás, que permaneceram no PCCS/95 e concluíram nível superior ao exigido pelo seu cargo.

A Progressão de Incentivo Escolar (PIE) é a concessão de uma referência salarial ao empregado que concluir nível escolar superior exigido pela carreira/cargo em que estiver enquadrado. Segundo a ECT, após o PCCS/2008 não há mais previsão de concessão da  PIE e, por isso, ela se recusava ao pagamento mesmo para os que apresentaram termo de não aceite e permaneceram no PCCS/1995. Por isso foi necessária uma ação coletiva do SINTECT/GO para garantir este direito aos trabalhadores.

O SINTECT-GO recorreu à Justiça do Trabalho e conseguiu que os trabalhadores (as) recebam o equivalente a 5% de aumento em seu salário-base e o pagamento das parcelas vencidas desde o requerimento administrativo da PIE.

Muitos trabalhadores reclamam que a empresa sequer recebia o requerimento administrativo, requisito necessário à cobrança judicial da PIE, alegando que ele não existia mais após o PCCS/2008, porém agora com a sentença transitada em julgado, a ECT não tem mais argumentos para negar o protocolo do requerimento.

Com isso, o trabalhador (a) que permaneceu no PCCS/95 e concluiu nível superior ao de seu cargo precisa fazer, imediatamente, um requerimento na empresa solicitando a PIE e enviá-lo ao Sindicato juntamente com a cópia do RG, CPF, comprovante de endereço, certificado de conclusão de curso e as fichas cadastral atualizada e financeira de 2021. É importante que esse requerimento (para quem ainda não fez) e a entrega dos documentos, sejam realizados no prazo de 30(trinta) dias, uma vez que há prazo a ser cumprido no processo judicial que depende da juntada desses documentos dos trabalhadores.

 

Atenção trabalhador: Alguns trabalhadores tiveram a PIE concedidas pela ECT após 2008, mas em percentual menor que 5%. Se for o seu caso, você tem direito à diferença e às retroativas. Retire sua ficha cadastral e verifique o percentual concedido e, se menor que 5%, envie os documentos para o Sindicato para cobrança da diferença.

 

# Por um Correio Público e de qualidade!

# Não à Privatização!

# Vacina Sim!

# Fora Bolsonaro!

 

Diretoria Colegiada

SINTECT-GO

 

 

CARREATA NACIONAL CONTRA A PRIVATIZAÇÃO MOBILIZA TRABALHADORES (AS) DOS CORREIOS EM GOIÁS

A Carreata Nacional contra a Privatização dos Correios movimentou os trabalhadores (as) em todo o país ontem,16/05, pela manhã. Em Goiânia, a carreata saiu da Agência Central dos Correios na Praça Cívica, passando pela rua 09, avenida 85, até o CTCE na Vila Brasília.
Houve uma boa participação de vários sindicatos, partidos e movimentos sociais, tais como, a Central Única dos trabalhadores de Goiás ( CUT-GO), o Partido dos Trabalhadores em Goiás (PT) representado pela presidenta do partido, Kátia Maria, do Comitê do Partido da Causa Operária (PCO), do Partido Comunista Brasileiro (PCB); do SINTSEP-GO, do SINTEF-GO, do SINDCOLETIVO, da União da Juventude Comunista (UJC); da Associação Nacional dos Pós-Graduandos, do vereador Mauro Rubem, do vereador por Morrinhos, Antônio de Oliveira; do mandato do deputado federal Rubens Otoni; do mandato da deputada estadual Adriana Accorsi, em que se uniram em um verdadeiro ato intercategorias em mobilização contra o projeto de apagão postal do governo federal, que pretende entregar a empresa nas mãos do capital privado, o que significa demissão de trabalhadores (as), retirada de direitos, precarização dos serviços postais, aumento das taxas dos serviços, entre outros.
Fique atento aos próximos chamados do Sindicato e venha defender seu emprego! Precisamos continuar mobilizados, defendendo com toda a força os nossos direitos e empregos!
 
#Vacina Já!
#Diga Nâo à Privatização!
#Não à venda dos Correios!
#Correios Público é para todos!

ASSEMBLEIA PARA REFERENDAR A PAUTA DA CAMPANHA SALARIAL 2021/2022

Ocorre na próxima segunda-feira, 17/05, por meio do aplicativo Zoom, a Assembleia Virtual para referendar a pauta da Campanha Salarial 2021/2022.
Essa será uma Campanha ainda mais difícil que as dos anos anteriores, pois além das nossas reinvidicações, ainda estamos enfrentando a ameaça cada vez mais forte de venda dos Correios e da destruição dos nossos empregos. O link para participação será divulgado nas redes sociais e nos emails.
A Assembleia ocorre com primeira chamada às 18h30 e segunda chamada às 19h30. Contamos com a sua participação! A sua presença é fundamental!

Diretoria Colegiada
SINTECT-GO

Assinar este feed RSS